Como usar vestidos retos?

Eles são clássicos, caem bem em praticamente qualquer ocasião, muito confortáveis e ainda ajudam a disfarçar silhuetas mais volumosas. Mais de 50 anos depois que apareceram pela primeira vez na moda feminina, os vestidos retos se mantêm atualizados. Criado pelo estilista francês André Courrèges em 1965 para a sua então revolucionária coleção “Moon Girls”, esse modelo logo caiu no gosto popular e tomou as ruas de todo o mundo. Também pudera: além do molde soltinho deixar a mulher mais à vontade, sem cinturas apertadas nem curvas evidenciadas, ele fica bem em qualquer tipo de corpo.

O mais interessante é que basta mudar os acessórios para que o vestido reto passeie da descontração à sobriedade, caindo bem tanto para as horas de lazer quanto para o trabalho, seja em pleno verão ou no inverno. Elegante na medida certa, o modelo permite uma feminilidade discreta. Se você souber como usar o vestido reto, vai ter uma peça nas mãos capaz de fazer uma verdadeira revolução do seu dia a dia. Veja como aproveitar ao máximo esse verdadeiro coringa que não sai de moda.

Quando a ocasião for mais formal

Se o momento pede sobriedade, opte por acessórios mais discretos, neutros e sapatos clássicos, como uma bonita sapatilha ou um scarpim preto ou nude. Vale lembrar que os sapatos estilo boneca, de saltos retos ou grossos também caem bem. Se você tem pernas mais cheinhas, elas parecerão mais longas se o modelo de calçado escolhido deixar o peito do pé à mostra, ou seja, sem presilhas ou correntinhas nos tornozelos ou cadarços amarrados. Se quiser dar um toque ainda mais feminino, use uma bolsa grande.

O tempo esfriou, dê nova função ao vestido

Você já parou para pensar que aquele vestido reto pode se transformar em uma túnica em tempos mais fresquinhos? Coloque uma calça comprida por baixo, uma bolsa de média a grande e uma sandália anabela, por exemplo. E se o vestido não tiver mangas nem golas, você ainda pode colocar uma blusa por dentro, como uma cacharel. Cuidado apenas para com as cores e para não misturar estampados, deixando o look muito pesado.

Nada como aquela festa bem bacana

Se a ocasião é uma comemoração, o vestido reto é uma ótima opção, principalmente os de renda ou com brilho discreto. Os lisos monocromáticos também ficam ótimos. Mas essa é uma daquelas horas em que o menos é mais: tire tudo o que for supérfluo e opte pela elegância discreta, não tem erro. Uma boa ideia é usar brincos pequenos, sem colares nem pulseiras, apenas um ou dois anéis. No entanto, você pode caprichar no calçado, com uma sandália alta bem bonita e uma clutch de arrasar.

Monte looks com blazers

Outra boa opção quando o clima esfriar é usar o vestido reto com blazer. O visual de inverno fica completo com uma meia calça grossa e botas, com ou sem salto. Para quem quiser ousar um pouco no visual, pode escolher uma cor contrastante para o blazer que, se for cinturado, ainda ajuda a disfarçar aquelas gordurinhas a mais.

Atenção para alguns detalhes

Para que esse clássico do vestuário feminino cumpra sua função com todo o seu potencial, é preciso prestar atenção em alguns detalhes. Um deles é o cumprimento da barra, que deve ficar sempre acima do joelho – caso contrário, ele ficará muito pesado, achatando a silhueta.

Quem quiser dar mais destaque ao vestido reto monocromático pode apostar nos maxi colares, lembrando que os mais compridos alongam o visual. No dia a dia, no entanto, ele fica ótimo com rasteirinhas ou sapatilhas e bolsas pequenas, dando um ar de praticidade ao visual.

Para o trabalho, a dica é usar tons neutros e discretos, que não tenham muitos detalhes. Continua valendo a opção das sapatilhas ou os scarpins, de preferência os pretos.

E então, gostou das nossas dicas? Tem outras para compartilhar? Deixe o seu comentário.